Cristãos disfarçados

Cristãos disfarçados

 

Alguma vez você já tentou ser um cristão secreto? Isso é o que aconteceu com Pedro. Ele estava tentando misturar-se na multidão. Ele vinha seguindo Jesus à distância e tornou-se frio, então ele foi atraído para o calor do fogo do inimigo. 

 

Neste ponto, Pedro estava desgastado, derrotado, fraco e vulnerável. Por que ele estava mesmo no pátio do sumo sacerdote? De acordo com Mateus 26:58b"Entrou e sentou-se com os guardas para ver como aquilo ia terminar." Pedro tinha esquecido tudo o que Jesus disse sobre a Sua ressurreição dentre os mortos. Agora, ele estava apenas esperando o fim - o fim da vida de Jesus . . . o fim de seu sonho. . . o fim de tudo que ele amava. Mas não era o fim. Seria um novo começo. 

 

Aqui estava o problema de Pedro: ele estava no lugar errado com as pessoas erradas, a ponto de fazer a coisa errada. E quando essa paixão em nosso coração começa a morrer, o fogo que tínhamos por Cristo esfriará e vamos procurar outro lugar para nos aquecer. 

 

A Bíblia nos diz, 

 

Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores, mas tem o seu prazer na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e noite. Pois será como a árvore plantada junto a ribeiros de águas, a qual dá o seu fruto na estação própria, cujas folhas não cairão, e tudo quanto fizer prosperará. (Salmos 1:1-3) 

 

Quando você sair com as pessoas erradas no lugar errado, na hora errada, então é só uma questão de tempo até que você faça a coisa errada. 

 

Frase Resumo: Seguir a Cristo à distância pode levá-lo a ser atraído para a fogueira do inimigo.

 

“Adúlteros, vocês não sabem que a amizade com o mundo é inimizade com Deus? Quem quer ser amigo do mundo faz-se inimigo de Deus.”

Tiago 4:4 NVI

 

 

Copyright © 2012 by Harvest Ministries . Todos os direitos reservados .

 

PERDÃO

 

PERDÃO

A oração “Pai Nosso” não é desconhecida.  Ela contém um pedido de perdão que, porém, está sujeito a uma condição: “Assim como nós perdoamos” repetir esta oração não é difícil. Difícil é essa condicionante.

Há milhares de pessoas enfermas exatamente por não perdoarem. Deus não criou o ser humano para a amargura ou para armazenar rancores. Esta atitude agressiva e mal humorada é causa de intranquilidade que afeta a emoções e desencadeia muitos males físicos.

Certa ocasião visitei uma pessoa no hospital. Logo que entrei no quarto, ela desabafou: “Pastor, quero trocar de médico!”

A razão foi que o medico lhe havia perguntado se ela estava com raiva ou se odiava alguém. Ela achou que o medico não tinha nada a ver com a sua vida particular e não tinha direito de bisbilhotar a sua intimidade.

 O médico diagnosticara que a causa da doença era nervosa e que o nervosismo estava relacionado à sua vida emotiva. E agora eu estava La ouvindo a sua queixa. Li o Salmo32. O v3.  foi à chave: “Enquanto eu mantinha escondido os meus pecados, o meu corpo definhava de tanto gemer”. Ali estava a causa da enfermidade. Que remédio se a de receitar a uma pessoa que vive amargurada? É o remédio do perdão. Quem perdoa livra-se de uma carga. Cura promessa do perdão de Deus para suas próprias faltas. Portanto, a oração do Pai Nosso  levada a sério pode ser uma preciosa medicação, desde que o paciente permita que a palavra de Deus chegue La no fundo de sua vida e implante a semente da honestidade, da sinceridade e da verdade que liberta.

QUEM PERDOA TAMBEM GANHA PERDÃO, ALÉM DE ALÍVIO E LIBERDADE.

Helmuth Matschulat, Curitiba/PR

FIQUE ATENTO

FIQUE ATENTO! SATANÁS IRÁ CIRANDÁ-LO

Pedro para que este se recobrasse após as turbulências que viriam.  O Senhor sabia das três negativas que Simão cometeria e que isto seria superado:  “e tu, quando te converteres, fortalece teus irmãos” (v. 32).  Pedro foi o primeiro dos doze a se encontrar com Jesus ressurreto e a entender o fato da ressurreição (Lucas 24:34).

 

Ainda hoje, somos alvos do mesmo tipo de ação do Maligno.  Sabendo quem somos em Cristo e da grande responsabilidade que temos junto à Igreja do nosso Senhor, o Inimigo do Povo de Deus se lança na mesma obra de “cirandar” os crentes.  Eis o que podemos fazer para não cairmos nas artimanhas do Maligno:

 

 1o) O Inimigo terá facilidade em cirandá-lo se você sentir-se PRONTO (v. 33)

 

 Observe no verso 33 a resposta de Pedro ao alerta de Jesus:  “Senhor, estou PRONTO a ir contigo tanto para a prisão como para a morte”.  Simão estava completamente equivocado quanto à sua condição; ele estava superestimando-se.  O Senhor Jesus discordou de Pedro e o alertou de que naquele mesmo dia, antes que o galo cantasse, três vezes Pedro o negaria.

 

Você oferecerá muitas facilidades ao Inimigo toda vez que sentir-se suficiente, superior, infalível, grande, indestrutível, perfeito...  Lembre-se de quantas vezes a Palavra de Deus nos alerta para o perigo da soberba!  A soberba, sempre, precede a ruína! (Pv 16:18).

 

Pedro se dizia PRONTO.  Ele nem fazia idéia do quanto teria ainda que percorrer... do quanto faltava Deus fazer em sua vida.

 

Tamanha era a segurança de Pedro que, conforme Mateus 26:33-35, ele declarou: “ainda que todos se escandalizem de ti, EU NUNCA me escandalizarei”.  Conforme Mateus, após Jesus revelar as três negativas que ocorreriam dentro de algumas horas, Pedro rebateu: : “DE MODO ALGUM te negarei!”.   O Evangelho de Marcos registra que Pedro “repetia com veemência...” tais palavras (Mc 14:31).  Ou seja, Pedro teimava com Jesus de que sua lealdade resistiria a qualquer prova.

 

 2º)  O Inimigo terá facilidade em cirandá-lo se você tiver uma VISÃO MÍOPE do Reino de Deus

 

O problema de Pedro, basicamente, era de não comungar da visão de Jesus.  Quando Jesus descrevia o Reino, Pedro imaginava outra coisa: poder e grandeza terrenos!  Ele estava disposto a morrer por este “poder”!  Jesus sabia que logo Pedro descobriria a verdade, por isso disse: “quanto te converteres, fortalece teus irmãos” (v. 32).

 

A miopia espiritual de Pedro fica realçada no episódio das duas espadas, conforme Lucas 22:35-38.  Simão era o detentor de pelo menos uma das duas espadas apresentadas ao Senhor.  Apesar da reprimenda de Jesus, Pedro a utilizou, conforme João 18:10:  “Então Simão Pedro, que tinha uma espada, puxou dela e feriu o servo do sumo sacerdote, cortando-lhe a orelha direita.  O nome do servo era Malco.”.

 

Quantas pessoas, hoje, oferecem facilidades ao Inimigo porque ignoram a natureza do Reino de Deus e os verdadeiros propósitos da Igreja.  Não é raro que pessoas confundam a Igreja com algo parecido com uma empresa, um shopping, um circo, um negócio, um  ringue...

 

O Inimigo procurará de diversas formas ciranda-lo.  Louvado seja Deus pela Sua Palavra e pela experiência de Simão Pedro, que nos alerta.  Se você depositar sua confiança no Senhor e depender dEle, o inimigo não encontrará lugar em sua vida.

 

 

Texto de: Paulo Rogério Petrizi

Toma o primeiro lugar

TOMA O PRIMEIRO LUGAR

Ninguém te poderá resistir, todos os dias da tua vida; como fui com Moisés, assim serei contigo; não te deixarei nem te desampararei. Esforça-te, e tem bom ânimo; porque tu farás a este povo herdar a terra que jurei a seus pais lhes daria. Tão-somente esforça-te e tem bom mui bom animo, para teres o cuidado de fazer conforme a toda a lei que meu servo Moisés te ordenou; dela não te desvies, nem para a direita nem para a esquerda, para que prudentemente te conduzas por onde quer que andares.

O Livro de Josué 1: 5-7, expressa a falta de confiança do povo Israelita, uma vez que duvidaram das promessas de Deus, recusando-se a entrar em Canaã, e esta desobediência resultou no julgamento de Deus, e a morte de Moisés concluiu esse julgamento. Portanto traz à memória dois fatos importantes: A  terra prometida era uma dádiva de Deus, e a sua posse era o comprimento de suas promessas. Eis aqui a palavra do Senhor de ânimo e de conforto, pois Deus esta conosco. E isto é uma confirmação para todos nós que buscamos uma resposta. Precisamos buscar intimidade com Deus, procurarmos sermos Santos, trilhando os caminho do Senhor, vigilantes em não nos desviar dos caminhos do Deus Vivo.

É necessário colocar Deus em primeiro lugar em nossas vidas, colocarmos toda nossa vida, toda nossa historia nas mãos D’Ele, pois se queremos a prosperidade precisamos pedir sabedoria em nossas orações, eis que esta prosperidade consiste em buscar o bem estar divino.  E aí você me pergunta como alcançar essa intimidade?  Eu te digo: Esforça-te, tem bom animo, pague o preço e consagra-te ao Senhor! De que maneira? Ore, vigie, jejue, mude a rota do seu pensamento, seja positivo, pois nós mesmos traçamos nossos caminhos, bem como profetizamos em nossas vidas, dos nossos filhos, familiares amigos, em fim dos que amamos.

Observe como Deus é perfeito, ele é conosco por onde quer que andemos, seus planos são melhore que os nossos, o que Ele faz é melhor do que pensaos pou planejamos. Precisamos confiar acima de tudo no Senhor, pois tudo que Ele faz tem seu tempo, o tempo perfeito, nem antes e nem depois. Reforço: “O Senhor teu Deus é contigo, por onde quer que andares”. Confie no Senhor! Deus abençoe sua vida.

DEUS É FIEL

Texto de Suellen Costa